Blog Wevo

Entenda o que é marketplace e como funciona!

O que é marketplace? Se você trabalha em um e-commerce ou com vendas online, com certeza já ouviu falar dos marketplaces. Os “shoppings centers da internet” surgiram nos Estados Unidos da América, se popularizaram com a Amazon dos EUA e chegaram ao Brasil em 2012.

Aqui, tem ganhado cada vez mais espaço no mercado. De acordo com o e-bit, o setor de marketplaces faturou R$ 73 bilhões em 2017. A versatilidade de produtos é um dos principais motivos para dados tão expressivos. Mesmo assim, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre o que é marketplace e como ele funciona.

No post de hoje, nós explicaremos tudo isso e, ainda, mostraremos quais são os benefícios para as empresas que decidem apostar neste modelo de negócio. Confira!

O que é marketplace?

O marketplace é uma espécie de centro de compras online, que concentra num único endereço eletrônico os produtos oferecidos por diversas lojas virtuais (sellers). O consumidor tem acesso a um portfólio vasto de produtos e marcas numa única loja online, dispondo também de uma série de facilidades e indicadores que o ajudam a fazer uma compra segura.

Os sellers, por sua vez, podem expor seus produtos, utilizar recursos como a venda utilizando cartão de crédito, envio facilitado, classificação, possibilidade de ter seus anúncios melhor classificados, entre outras ferramentas. Tudo de forma centralizada, em painéis de controle intuitivos e fáceis de usar.

Como eu posso vender nos marketplaces?

O primeiro passo para vender em marketplaces é se registrar na plataforma escolhida. Essa pedirá alguns documentos e dados, como o CPF ou CNPJ da empresa, o campo em que ela atua, entre outros.

Depois da aprovação, a empresa deve escolher quais produtos serão cadastrados para serem vendidos no shopping center online. Feito isso, o site começará a divulgar a mercadoria.

O cliente comprará pela plataforma e ela repassará o valor das vendas para a empresa com o percentual dela já descontado. Isso porque o marketplace recebe uma comissão pelas aquisições que são feitas no site.

A porcentagem que a ferramenta online recebe muda de uma plataforma para outra e de acordo com algumas particularidades — qual será a posição de sua loja nas buscas, o tipo de anúncio utilizado, o perfil da marca etc. O valor da comissão geralmente é acertado durante o processo de integração da empresa.

Para quem já tem um e-commerce o marketplace pode ser integrado à sua plataforma. Dessa maneira, não haverá mais o trabalho de colocar em duas plataformas os mesmos produtos. Para que a integração aconteça de uma forma organizada, as duas ferramentas devem conversar entre si!

Para que sua operação flua, o ideal é que elas estejam integradas com seu sistema de backoffice! Assim, a administração das vendas e das mercadorias ficará mais fácil.

É essencial lembrar também que o atendimento ao cliente (entrega de produtos, solução de problemas, etc.) é responsabilidade da empresa e não do marketplace.

Quais são as vantagens?

Participar de um marketplace pode trazer vários benefícios para uma marca. Entre eles podemos destacar:

Estrutura adequada para vendas

O marketplace dispõe de uma estrutura pronta e segura para dar maior destaque para a marca, como:

  • endereço, servidores e hospedagem próprios;
  • intermediadores de pagamentos para pagamentos com cartão de crédito, boleto bancário, transferências bancárias e outros meios;
  • ferramentas de segurança como certificados de segurança SSL e análise de risco em virtude de trazer segurança às transações;
  • investimentos em mídia paga para aumentar a divulgação do marketplace e das ofertas de seus sellers;
  • possibilidade de indexação nos buscadores, contribuindo diretamente para o ranqueamento da sua loja.

As possibilidades oferecidas garantem que os sellers apenas cadastrem seus produtos para começarem a vender.

Maior visibilidade

Talvez o principal diferencial para o seller é a visibilidade que a marca adquire por estar em uma plataforma maior. Mesmo que a empresa já tenha seu próprio site, só o acessa quem já o conhece e está focado em determinado produto. No shopping center online, outras pessoas que talvez não conheçam a proposta também terão a oportunidade de conferir suas mercadorias.

Público diversificado

Outra vantagem que deriva da maior visibilidade é a diversificação de público. Um indivíduo pode acessar o shopping online na procura de um produto, mas durante a sua busca pode se deparar com outra mercadoria de outro segmento. E ele pode também ter interesse no segundo item. Assim, sua marca pode atingir até mesmo pessoas que não seriam seu público-alvo inicialmente.

Múltiplas estratégias

Se o negócio atua em mais de um marketplace, o ideal é ter uma estratégia para cada um. Leve em conta o público, o preço praticado, os repasses, entre outras características que influenciam as conversões. O ideal é contar com ferramentas de integração para as múltiplas plataformas, como a oferecida pela Wevo. Dessa forma é possível visualizar tudo em um só painel, além de automatizar processos, disponibilizar relatórios, etc.

Baixo custo de investimento

Investir em um marketplace representa um baixo custo da ação. A plataforma ganhará uma comissão pelas vendas, mas o valor é baixo se comparado com o montante necessário para desenvolver uma estrutura de venda na internet, com campanha de marketing digital. Se levarmos em conta a visibilidade que a marca terá em relação ao investimento, os benefícios são ainda maiores.

O retorno positivo que o investimento traz também é uma das vantagens de integrar um marketplace. Com o baixo investimento e com a grande visibilidade, a empresa ganhará clientes e assim seu rendimento poderá crescer.

Alto retorno

Como o negócio não terá custos comuns às lojas virtuais, como tecnologia, marketing, mídia, intermediadores de pagamentos, entre outras. Dessa forma as taxas de retorno são maiores e mais sensíveis do que em determinados empreendimentos. Além disso, o maior número de visitantes faz com que haja um aumento nas vendas e, consequentemente, do faturamento.

Agora que você já sabe o que é marketplace, quais as principais opções e as vantagens é o momento de elaborar uma estratégia para esse canal. As oportunidades são muitas, principalmente para quem foca em nichos. No mais, boas vendas.

O conteúdo foi útil? Aproveite e assine nossa newsletter para obter informações úteis, capazes de aumentar suas vendas de forma expressiva. Acompanhe!

Outros posts que podem te interessar

O que é omnichannel? Entenda tudo o que você precisa saber

Entrar em uma loja e receber uma notificação no celular de que o sapato pesquisado online está com desconto. Usar um tablet oferecido pelo vendedor para buscar mais informações sobre um notebook antes de comprá-lo. Esses são apenas alguns exemplos do que o omnichannel é capaz de fazer — para o benefício tanto dos lojistas […]

Leia mais…

Aprenda mais sobre APIs neste post

As estruturas de microsserviços têm tomado conta do mercado de desenvolvimento de software nos últimos tempos e se provado a melhor solução para a integração de sistemas. Uma boa arquitetura de Application Programming Interface (API, interface de programação de aplicativos) conta com alguns segredos a serem desvendados pela equipe de Tecnologia da Informação (TI). Neste […]

Leia mais…

Como criar e desenvolver uma estratégia omnichannel em sua empresa?

Atender bem independentemente do canal de vendas — essa é a premissa para criar uma estratégia omnichannel, que deve ser pautada no alinhamento das informações e na visão do cliente como um todo. Conhecendo-o é possível atendê-lo bem e aplicar de forma mais precisa as ferramentas de business intelligence. Em geral, focar nesse tipo de […]

Leia mais…