Blog Wevo

Como a integração de sistemas beneficia todos os setores da empresa?

Cuidar de vários sistemas e setores de um e-commerce é desafiador, não é? São tantos processos e softwares que controlar tudo manualmente pode ser uma dor de cabeça! Sabe como evitar isso? É simples: avalie integrar seus sistemas!

Neste artigo, você vai entender como os setores do seu negócio tornam-se muito mais eficazes quando os sistemas estão bem integrados!

O que é a integração de sistemas?

Todas as torneiras da sua casa são iguais? Dificilmente, a torneira do banheiro será do mesmo estilo ou até da mesma marca da que fica na pia da cozinha ou da que alimenta a mangueira do jardim.

Mas, não importa o quão diferente elas sejam entre si, estão conectadas ao sistema de encanamento da sua casa e podem ser controladas pelo mesmo registro.

Com as plataformas e sistemas que você utiliza no seu e-commerce é a mesma coisa! Geralmente, eles são vários e cada um serve a um propósito diferente (mas que, no fundo, atendem ao mesmo objetivo: melhorar as vendas!). E muitos dos sistemas podem ser até de fabricantes diferentes!

Nesse exemplo lúdico, seu registro (de água) seria a plataforma de integração de sistemas, o ponto central em que todo o encanamento se interconecta e que controla com exatidão o funcionamento dele.

Ao integrar os sistemas, você pode trocar dados automaticamente entre sua plataforma de vendas e o sistema de Gestão de Relacionamento com o Cliente (CRM), por exemplo, para entender melhor padrões de compra de cada cliente e recomendar produtos com precisão no momento em que o consumidor estiver mais propenso a comprar.

Operar seu e-commerce sem integração de plataformas, ou integração de sistemas, é como ter uma casa com várias torneiras que não podem ser controladas pelo mesmo registro. Mais cedo ou mais tarde, isso se torna um caos!

Como a integração pode ajudar diferentes setores da empresa?

Vamos continuar no exemplo doméstico: como uma casa que tem vários cômodos, a sua empresa tem diversos setores, certo? E, da forma como uma casa só se torna verdadeiramente um lar se todas as partes dela estiverem em harmonia, os departamentos da empresa precisam estar sintonizados para que o negócio seja bem-sucedido.

Isso fica difícil se os sistemas utilizados em cada um estiverem isolado dos demais. No começo, pode até ser viável registrar manualmente em uma planilha as vendas realizadas na sua loja online e repassar os dados ao estoque e ao transporte, por exemplo.

Mas você quer que seu negócio seja escalável, não é? Imagine continuar lidando manualmente com um volume cada vez maior de informações (sobre os seus produtos, os clientes, as vendas, os fornecedores…)!

Manter um negócio eficiente e moderno de verdade é simples, se você integrar os sistemas utilizados em todos os setores da empresa. O compartilhamento de informações entre eles torna-se mais orgânico, porque é automatizado e instantâneo, e todos ganham em inteligência e agilidade.

Confira como os setores numa operação de e-commerce beneficiam-se:

O marketing

O consumidor contemporâneo deseja que o marketing seja verdadeiramente útil na vida dele, em vez de oferecer apenas propagandas que dizem que ele precisa de um produto.

Uma forma de otimizar esse ponto é integrar o CRM a ferramentas de automação de marketing. Ele reúne dados sobre seus clientes (faixa etária, área de atuação, contato etc.), os hábitos de compra de cada um (itens favoritos, últimas aquisições etc.) e facilita a análise de tendências de consumo.

Integrado a ferramentas de automação, ele direciona ofertas e conteúdo de marketing personalizado e específico a cada cliente com base nos hábitos dele. E funções como essa se tornam ainda mais poderosas se também forem integradas à plataforma de e-commerce!

Se alguém colocou um item no carrinho da loja virtual e acabou abandonando, que tal enviar um artigo do seu blog diretamente para o email da pessoa sobre as utilidades daquele item? Ou alertá-la instantaneamente quando o produto ou similares estiverem em promoção!

E o fluxo de informações não se limita à loja virtual!

Se você também trabalha com lojas físicas, pode utilizar a estratégia omnichannel e integrar todos os seus canais de vendas. Dessa forma, terá informações sobre o consumo do cliente em todos eles, e pode sugerir ofertas e conteúdos virtualmente com base no que ele comprou na loja física!

Fazer marketing dessa forma, de olho no trajeto de consumo dos seus clientes e leads, é muito mais direcionado e eficaz!

O atendimento ao cliente

Eventualmente, clientes terão dúvidas ou até reclamações sobre o seu produto.

Isso não é necessariamente um problema para sua marca. Na verdade, pode ser a oportunidade de se provar solícito e confiável!

Mas isso vai por água abaixo se as plataformas e os sistemas que você utiliza não estiverem integrados.

Se alguém reclama no seu canal de serviços online, mas não consegue conversar com alguém na hora e liga diretamente para o seu SAC, é necessário que o colaborador ao telefone tenha acesso ao histórico completo da reclamação — ou o consumidor pode perder a paciência (com razão!) por precisar explicar tudo de novo.

Também é possível aproximar a comunicação entre as reclamações e o CRM, que pode gerar cupons de desconto para clientes insatisfeitos utilizarem na sua plataforma de e-commerce!

A logística

Cuidar do estoque, da conexão com marketplaces e garantir a entrega do produto para o cliente são atividades essenciais para um e-commerce, mas podem ser pontos problemáticos se não forem realizados com uma boa integração de plataformas.

O seu WMS (Sistema de Gerenciamento de Estoque) precisa estar em comunicação direta com seu ERP e com sua plataforma de e-commerce para cruzar dados sobre a quantidade de cada produto disponível, a necessidade de aumentar essa quantidade ou de gerar promoções para diminuí-la rapidamente.

Identificar fisicamente todos os itens do estoque para direcionar à transportadora também se torna tarefa instantânea com integração entre a plataforma de e-commerce, o WMS e o TMS (Sistema de Gerenciamento de Transporte).

É necessário ainda integrar o sistema que você utiliza para gerenciar o estoque aos marketplaces. Se a sua própria empresa operar como um, precisa de integração com o sistema dos sellers.

RH

Com integração de sistemas, o RH aprimora a estratégia do B2E (Business to Employees, ou Negócios para os Colaboradores).

O B2E envolve criar ofertas específicas para o seu time interno ou para o time de seus parceiros consumir na plataforma de e-commerce da sua própria empresa.

Essas ofertas podem estar condicionadas a métricas de desempenho registradas em uma plataforma de gestão de pessoas, que atribui mais descontos aos colaboradores e/ou parceiros com maior performance.

Esse sistema também precisa estar integrado à plataforma de e-commerce para dar acesso exclusivamente a quem trabalha na empresa e evitar o ingresso de ex-funcionários, por exemplo.

TI

Nenhum gerente de e-commerce quer ficar dependente da equipe de TI a todo momento, não é? Integrar suas plataformas proporciona mais controle sobre os sistemas da empresa a você e beneficia o TI ao mesmo tempo!

Com uma plataforma de integração, o TI conhece em tempo real tudo o que foi feito nos sistemas da empresa e identifica com mais precisão gargalos na tecnologia que estejam dificultando a automação dos processos.

Além disso, sistemas passam por uma janela técnica de atualização — quando podem te deixar na mão por alguns minutos ou até horas ou dias! Mas seu e-commerce não pode parar de vender, certo?

Com integração de sistemas, você não perde dados ou interrompe operações durante eventuais atualizações, já que tudo está interconectado!

E, se sua preocupação é que implementar a integração de plataformas na sua empresa vai interromper suas vendas durante a implantação, pode ficar tranquilo! Ela não interrompe nada!

Viu só como a integração de sistemas pode otimizar processos em vários setores do seu e-commerce? Os benefícios que você conheceu neste artigo são apenas algumas das vantagens que integrar plataformas proporciona! Quer conhecer todas as outras e entender como se aplicam especificamente à realidade da sua empresa? Entre em contato conosco!

Outros posts que podem te interessar

O que os gestores de negócios precisam saber sobre integração de sistemas?

Os negócios exigem cada vez mais pesquisas, estratégias eficientes, acompanhamento de métricas e uma busca por um posicionamento de mercado. E isso passa a demandar ferramentas que geram dados que nem sempre estão interligados. Como consequência, os gestores de negócios têm mais dificuldade para conseguir uma visão centralizada de tudo.  Para contornar essa problemática, há a […]

Leia mais…

Custo de aquisição de clientes: como funciona em loja virtual?

Em qualquer negócio, as decisões precisam ser tomadas a partir de dados reais, padronizados e mensuráveis, chamados de métricas de desempenho. Um deles é o custo de aquisição de clientes (CAC),  importante indicador para direcionar estratégias de marketing. A prática de medir resultados e fazer uma análise constante desses números é fundamental para realizar um efetivo controle […]

Leia mais…

Prepare-se para as 5 grandes tendências do e-commerce

Nem mesmo a instabilidade da economia brasileira abalou o desempenho do e-commerce. Dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) mostram que o mercado eletrônico faturou R$ 53,4 bilhões em 2016, registrando um crescimento de 11% frente a 2015. E as expectativas continuam positivas para este ano. Ainda de acordo com a ABComm, a previsão […]

Leia mais…