Blog Wevo

6 dicas incríveis de SEO para e-commerce, confira aqui!

Vender mais é objetivo de qualquer empreendedor e existem várias técnicas para isso. No mundo on-line, é fundamental conhecer técnicas de SEO para e-commerce.

São elas que farão seu negócio crescer e se destacar da concorrência, ganhando a preferência do seu público-alvo.

O negócio on-line tem crescido muito ultimamente, por isso é indispensável que você conheça as estratégias desse ramo para conquistar novos clientes.

Pensando em ajudar você, separamos 6 dicas incríveis de SEO para e-commerce para ajudar o seu empreendimento crescer. Confira!

1. Faça uma boa classificação de palavras-chave

Quando o seu potencial cliente digita, na caixa de pesquisa do Google, o nome de determinado produto que deseja adquirir, é sinal de que ele já está quase preparado para efetuar a compra.

Por esse motivo, é necessário que títulos dos produtos do seu e-commerce estejam de acordo com o que seus clientes buscam, ou seja, com as palavras-chaves corretas.

Dessa forma, ficará mais fácil para o público encontrar sua loja nos mecanismos de busca, aumentando suas chances de vendas.

Vamos dar o exemplo de um e-commerce de roupas femininas. A consumidora precisa de uma calça jeans skinny. Para isso ela faz uma pesquisa no Google assim: calça jeans skinny feminina.

Para que a sua loja virtual seja encontrada com mais facilidade, a palavra-chave precisa estar no título do produto, como: calça jeans skinny.

2. Torne suas imagens mais leves e rastreáveis

Imagens são muito importantes para descrever e vender produtos, por isso elas precisam ser otimizadas.

O Google lê as imagens de uma maneira diferente. Ele precisa de códigos para entender o que aquela foto ou ilustração representa.

Para isso, é essencial utilizar a tag <alt> para informar sobre o conteúdo da imagem, e a tag <src> para indicar o nome do arquivo. Assim, você melhorará o ranqueamento do seu e-commerce.

​3. Desenvolva suas metas descrições

As metas descrições são grandes influenciadoras de clicks, ou seja, quanto mais chamativas forem, mais tráfego atrairão para seu site.

Elas sempre devem ser escritas no imperativo, contendo a palavra-chave, com conteúdo bem estruturado e objetivo. Isso fará com que seu leitor potencial fique propenso a clicar no seu link.

Por exemplo: acesse agora nosso site e confira vários modelos de calça jeans skinny feminina. Compre on-line com condições de pagamento facilitada.

4. Conte com URLs amigáveis

Manter URLs amigáveis auxilia no ranqueamento do seu site, por isso ela precisa ser o mais breve e direta possível.

Dessa forma, ficará mais fácil para os mecanismos de buscas entenderem do que trata sua página, facilitando o aumento de tráfego para o seu site.

Um exemplo de URL que não é amigável: www.dominio.com.br/510180566?gclid

Agora, uma URL amigável precisa estar descrita assim: www.dominio.com.be/calca-jeans-skinny

5. Aprimore as descrições dos produtos

Alguns sites utilizam uma mesma descrição para os seus produtos, geralmente, contendo apenas as especificações do fabricante. Porém, quando falamos em boas práticas de SEO, isso se torna péssimo para a otimização do seu e-commerce.

As descrições dos seus produtos precisam conter a palavra-chave, ser específicas e relevantes para o seu consumidor, pois elas proporcionam destaque para o produto.

Além das especificações técnicas, é importante descrever quais os benefícios do produto, como usá-lo, quais problemas ele ajuda a prevenir etc. Lembre-se de que, na descrição, o uso da palavra-chave é indispensável.

6. Evite o black hat

Black hat são técnicas que não respeitam as diretrizes do Google, pois tentam driblar os algoritmos dos mecanismos de busca.

Uma das práticas mais comuns do black hat é o Keyword Stuffing, que é quando a palavra-chave é usada de maneira excessiva, muitas vezes, ocultas ao leitor, pois elas são escritas na mesma cor do fundo da página, fazendo-as constar somente para os mecanismos de busca.

Porém essa e outras práticas já são detectados pelo Google, fazendo com que esses conteúdos sejam penalizados.

SEO para e-commerce é uma técnica indispensável para ranqueamento do seu site e otimização do seu tráfego. Assim, torna-se mais fácil alcançar seus potenciais clientes, destacando seu e-commerce da grande corrente que tem o mundo virtual.

Agora que você já conheceu 6 das principais práticas de SEO para e-commerce, aproveite para conferir o nosso artigo com 5 dicas de gestão de estoque para e-commerce. Boa leitura!

Outros posts que podem te interessar

Conheça os diferentes tipos de estoque para e-commerce!

Basicamente, o estoque para e-commerce é formado pelos suprimentos e produtos que ele utiliza para suprir as suas necessidades de venda. É o coração da loja virtual, uma vez que sem ele, o empreendimento não tem o que vender — o que dificulta a condução de suas operações. É no estoque onde se concentra a maior parte […]

Leia mais…

Prepare-se para as 5 grandes tendências do e-commerce

Nem mesmo a instabilidade da economia brasileira abalou o desempenho do e-commerce. Dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) mostram que o mercado eletrônico faturou R$ 53,4 bilhões em 2016, registrando um crescimento de 11% frente a 2015. E as expectativas continuam positivas para este ano. Ainda de acordo com a ABComm, a previsão […]

Leia mais…

O que os gestores de negócios precisam saber sobre integração de sistemas?

Os negócios exigem cada vez mais pesquisas, estratégias eficientes, acompanhamento de métricas e uma busca por um posicionamento de mercado. E isso passa a demandar ferramentas que geram dados que nem sempre estão interligados. Como consequência, os gestores de negócios têm mais dificuldade para conseguir uma visão centralizada de tudo.  Para contornar essa problemática, há a […]

Leia mais…